sexta-feira, 19 de maio de 2017

-" O avião do Presidente da África do Sul "

África do Sul

Rendimento Médio por Pessoa: $1,25 / diário = $37,50 / mês (como se pode viver ? )
Índice de Desenvolvimento: 0,666 ( 119º lugar ).



O avião do Presidente da África do Sul, Jacob Zuma,  é um Boeing 747-8 que ele mandou converter num luxuoso palácio voador. Terá custado aos contribintes da África do Sul cerca de 400 milhões de dólares, o que faz com seja uma das mais caras compras de todos os tempos. 
O Air Force One comparado com ele é um modesto avião.
O Booeing 747 é, normalmente, construido para 600 passageiros, mas este avião foi construido só para um doentio megalómano que, se quiser, pode compartilhar um luxo do outro mundo com dezenas de convidados, nas suas suites, nos seus salões e no seu restaurante de bordo.
Vejam o esquema do avião e as fotografias do seu interior, e pensem se isto não é um descarado insulto à pobreza.
.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

-" O Papa em Fátima "

Um vídeo com interessantes imagens da visita do Papa Francisco ao Santuário de Fátima, em 12 e 13 de maio de 2017.


VÍDEO (a carregar)
video

sexta-feira, 12 de maio de 2017

-" João XXI, o Papa português "


Hoje que o Papa Francisco visita Portugal, será interessante recordar a figura excecional do Papa português.


João XXI, nascido Pedro Julião Rebolo e mais conhecido como Pedro Hispano (Lisboa, 1215 — Viterbo, 20 de maio de 1277) foi Papa desde 20 de setembro de 1276 até à data da sua morte, tendo sido também um famoso médico, filósofo, teólogo, professor e matemático português do século XIII.

Começou os seus estudos na escola episcopal da catedral de Lisboa, depois na universidade de Paris (ou Montpellier) tendo por condiscípulos São Tomás de Aquino e São Boaventura, grandes nomes do cristianismo. Lá estuda medicina e teologia, dedicando especial atenção a palestras de dialética, lógica e sobretudo a física e metafísica de Aristóteles.
Entre 1246 e 1252 ensinou medicina na Universidade de Siena, onde escreveu algumas obras, de entre as quais se destaca o Tratado Summulæ Logicales que foi o manual de referência sobre lógica aristotélica durante mais de trezentos anos, nas universidades europeias, com 260 edições em toda a Europa, traduzido para grego e hebraico.
Prova da sua vastíssima cultura científica encontra-se na obra De oculo, um tratado de Oftalmologia, que conhece ampla difusão nas universidades europeias.
De sua autoria, o ‘Thesaurus Pauperum’ (Tesouro dos pobres), em que trata de várias doenças e suas curas, com cerca de uma centena de edições e traduzido para 12 línguas.
Antes de 1261, ano em que é eleito decano da Sé de Lisboa, Pedro Julião ingressa no sacerdócio. É nomeado prior da Igreja de Santo André (Mafra) em 1263, e elevado a cónego e deão da Sé de Lisboa, Tesoureiro-mor na Sé do Porto e Dom Prior na Colegiada Real de Santa Maria de Guimarães.
Em 1273, é nomeado Arcebispo de Braga pelo Papa Gregório X. Um ano depois, participa no XIV Concílio Ecuménico de Lião, altura em que Gregório X o eleva a Cardeal-bispo
De volta à corte pontifícia, Gregório X nomeia-o seu médico principal em 1275.
É eleito Papa a 13 de setembro e coroado a 20 de setembro de 1276, e adota o nome de João XXI.
Embora sem grande sucesso, leva por diante a missão encetada por Gregório X de reunir a Igreja Grega à Igreja do Ocidente. Esforça-se por libertar a Terra Santa em poder dos turcos. Tenta reconciliar grandes nações europeias, como França, Germânia e Castela, dentro do espírito da unidade cristã.
Pontífice dotado de rara simplicidade, recebe em audiência tanto os ricos como os pobres. Dante Alighieri, poeta italiano (1265-1321), na sua famosa Divina Comédia, coloca a alma de João XXI no Paraíso, entre as almas que rodeiam a alma de São Boaventura, apelidando-o de "aquele que brilha em doze livros", menção clara a doze tratados escritos pelo erudito pontífice português.
Mais dado ao estudo que às tarefas pontifícias, João XXI delega no Cardeal Orsini, o futuro Papa Nicolau III, os assuntos correntes da Sé Apostólica. Ao sentir-se doente, retira-se para a cidade de Viterbo, onde morre a 20 de maio de 1277, vitimado pelo desmoronamento das paredes do seu aposento, estando o palácio apostólico em obras.
Através do contributo da Câmara Municipal de Lisboa, por João Soares então seu presidente, o mausoléu é colocado, a título definitivo, ao lado do Evangelho da Catedral de Viterbo, a 28 de março de 2000.
Deu nome ao Hospital Pedro Hispano e à Estação Pedro Hispano, ambos em Matosinhos, à Avenida João XXI, em Lisboa, Braga e Vermoim, e ao Instituto Pedro Hispano, em Granja do Ulmeiro, no concelho de Soure, no distrito de Coimbra.
(Adaptado da Wikipedia)

sábado, 6 de maio de 2017

-" As diversas pronúncias da língua portuguesa "

A língua portuguesa possui uma relevante variedade de pronúncias ( ou sotaques), muitos deles com uma acentuada diferença lexical em relação ao português padrão, diferenças que, geralmente, não prejudicam a inteligibilidade entre os locutores.
Sendo considerado o português europeu padrão o que é falado entre Douro e Tejo, todos os aspetos e sons de todos os sotaques de Portugal podem ser encontrados no Brasil.
O português africano, em especial o português santomense tem muitas semelhanças com o português de algumas regiões do Brasil. Também os dialetos do sul de Portugal apresentam muitas semelhanças com alguns brasileiros, especialmente no uso intensivo do gerúndio.
Mesmo com a independência das antigas colónias africanas, o português padrão de Portugal é o padrão preferido pelos países africanos de língua portuguesa.

VÍDEO (a carregar)
video

sexta-feira, 5 de maio de 2017

-" 5 de maio, Dia da Língua Portuguesa "


Festeja-se hoje o Dia da Língua Portuguesa e das Culturas na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o qual, valorizando o idioma como vínculo e património comum de diferentes povos e países, marca igualmente o começo de uma série de comemorações em diferentes pontos do globo.
Como há dias afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, a língua portuguesa é a mais falada no hemisfério sul e estima-se que, em meados deste século, venha a ser falada por 400 milhões, considerando o potencial dos países africanos da CPLP.